Saúde Emocional – O Equilíbrio Para O Sucesso

711

Costumamos dizer que as pessoas são contratadas, geralmente, por seus conhecimentos técnicos, mas demitidas por problemas comportamentais.

http://foconopositivo.com.br/saude-emocional

Gerenciar as emoções no trabalho é uma tarefa difícil, pois diante de algumas situações manter o autocontrole é, certamente, um dos maiores desafios. A experiência na profissão tem pouca relação com domínio da competência. Claro que pessoas com mais maturidade profissional, tendem a ser mais assertivas e possuir um domínio maior, já que passaram por inúmeras situações que uma pessoa que começou a sua carreira agora. Mas não significa que alguém com mais idade tenha a inteligência emocional mais desenvolvida do que um jovem profissional, pois isto depende também de fatores sociais.

A pessoa emocionalmente saudável tem o controle sobre suas emoções e seu comportamento.  Além disso, desenvolvem a capacidade para enfrentar os desafios da vida, construir relacionamentos fortes e se recuperar dos fracassos.  Assim como manter uma boa saúde física demanda muito empenho, ter uma uma boa saúde emocional também necessita de cuidados. Melhorar a saúde emocional pode proporcionar, além de um equilíbrio maior na tomada de decisões, uma experiência muito benéfica e gratificante em todos os outros aspectos da vida

Nossas emoções possuem o potencial de nos servir como um sofisticado e delicado sistema interno de orientação. São também uma fonte valiosa de informação, pois elas nos ajudam na tomada de decisões durante toda a vida.

A maioria das pessoas desconhecem o que é a saúde emocional. Aqui vamos esclarecer os vários aspectos da saúde do indivíduo:

https://amenteemaravilhosa.com.br/estrategias-melhorar-saude-emocional/

 – Saúde física envolve os cuidados relacionados à prática regular de atividades físicas e à reeducação alimentar.

– Saúde psíquica, por sua vez, consiste na identificação de doenças que alteram o discernimento psicológico, tais como depressão, ansiedade, transtorno bipolar, entre outras.

– Saúde espiritual se relaciona à fé religiosa, a saúde profissional está ligada à satisfação dos objetivos laborais.

– Saúde emocional é caracterizada pela capacidade de controlar e gerenciar as alterações de comportamento que influenciam nossas atividades cotidianas.

Nesse sentido, aborda-se sentimentos que ocasionam falta de motivação, vida afetiva vazia, objetivos pessoais e profissionais difusos, comportamentos apáticos e de procrastinação frente às atividades diárias.

É fundamental não somente identificar os problemas relacionados à saúde emocional, mas também guiar suas atitudes para resolvê-los.

Pesquisas recentes já comprovaram: pessoas emocionalmente inteligentes são aquelas que mais se dão bem em seus ambientes de trabalho.

Existem cinco elementos que devem ser trabalhados para desenvolver uma mente emocionalmente inteligente, que são: autoconhecimento, autocontrole, motivação, habilidades sociais e empatia.

http://www.emfocomidia.com.br/a-importancia-dos-cuidados-com-a-saude-emocional

O autoconhecimento é o primeiro passo para perceber e lidar melhor com suas emoções, bem como expressá-las na medida certa, nem de forma exagerada e nem com frieza.

Invista em comportamentos positivos

autoestima deve ser sempre cultivada através de comportamentos e atitudes positivas. Mude o visual, modifique o jeito de se vestir, aposte nas novidades e tendências sobre estética e beleza, enfim: invista naquilo te faz se sentir bem.

Melhore sua atitude e se aproxime de pessoas alegres, motivadoras, que possam te ajudar a controlar suas emoções e a crescer pessoal e profissionalmente.

Paralelamente, procure eliminar o ódio, a angústia, a inveja, a solidão e o estresse. Administre as tensões e preocupações diárias para que elas não atrapalhem suas funções vitais de alimentação, sono e convívio social.

Mas lembre-se de estabelecer metas realistas para que seus objetivos possam ser alcançados. Se o resultado for positivo, aproveite para se recompensar!

A saúde emocional está relacionada à qualidade de vida, ao bem-estar e ao equilíbrio da pessoa consigo mesma e com o mundo.

Portanto, é importante entender os sintomas do seu desequilíbrio, suas complicações e a forma de lidar com as possíveis adversidades.

Reconhecer e administrar essas emoções em diferentes situações, utilizando-as sempre positivamente, é o que chamamos de Inteligência Emocional (IE).

Inteligência Emocional vem sendo estudada pelos psicólogos desde os anos 90. Tem Goleman como um dos seus principais pesquisadores. Diversos livros foram publicados a respeito, mostrando como a Inteligência Emocional (ou sua falta) repercute na vida das pessoas, isto é, como afeta os relacionamentos, a saúde e, cada vez mais, como é seu impacto na carreira profissional. O conceito não se relaciona ao QI ou inteligência cognitiva.  Ele está ligado ao autoconhecimento emocional, habilidades interpessoais e modo de lidar com os sentimentos. Elementos que são inatos, mas podem ser desenvolvidos ao longo da vida. Pessoas com alto grau de IE geralmente se destacam nos relacionamentos e na área profissional.  Elas são socialmente equilibradas.  Se comunicam de maneira direta e assertiva sem serem violentas.  Sentem-se bem consigo mesmas, são autoconfiantes e se adaptam bem às tensões.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Você pode gostar também

Deixe uma resposta

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, assim que desejar. Aceitar Leia mais

estatistica