Home » Motivacional » Elas no mundo dos negócios - o sucesso de mulheres empreendedoras

Elas no mundo dos negócios - o sucesso de mulheres empreendedoras

6 de março de 2019

Conhecidas por serem melhores líderes, mais organizadas e até melhorarem o resultado das empresas, as mulheres vem se destacando, cada dia mais, no competitivo mercado de empreendedores. Segundo informações de um estudo feito pela Global Entrepreneurship Monitor 2016, coordenada no Brasil pelo Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequena Empresa (Sebrae) e o Instituto Brasileiro de Qualidade e Produtividade (IBPQ), as mulheres do Brasil ultrapassaram os homens na criação de novos negócios. A taxa de empreendedorismo feminino de empresas com até três anos e meio de existência ficou em 15,4% frente aos 12,6% entre os homens.

Como uma atendente do McDonald’s veio a liderar o instituto de beleza que há 20 anos forma filas nas portas? O que fez a “caipira” do interior de Santa Catarina transformar a camisaria de seus pais na maior do Brasil? E o que a menina vendedora aprendeu com a mãe e a tia Luiza, para formar uma das maiores redes de varejo do país?

Vamos conhecer algumas destas grandes empreendedoras e seus negócios de sucesso:

Leila Velez e Zica Assis | Beleza Natural

“Se seus cabelos são um problema, nós somos a solução” este era um anúncio xerocado e anexado em ônibus urbanos por quatro amigos: uma ex-empregada doméstica, um ex-taxista e dois ex-atendentes do McDonald’s. À noite, o papel era arrancado pelos supervisores. De manhã, lá estavam eles de novo, fazendo sua divulgação.

Essa história iniciou por que Zica Assis tinha uma insatisfação constante com seus cabelos, muito crespos e armados. Não queria alisá-los, mas não existiam produtos no mercado que “domassem” os seus cachos. Enquanto trabalhava em casas de família, fez um curso de cabeleireira e foi misturando produtos até chegar à famosa fórmula do Super-Relaxante. Foram incontáveis testes, que chegaram a deixar familiares carecas, até encontrá-la. Nascia o Beleza Natural, primeiro instituto especializado em cabelos crespos e ondulados do Brasil. Seu marido, Jair Conde, vendeu um Fusca. Rogério Assis e Leila Velez, ex-funcionários do McDonald’s, aplicaram suas economias e trouxeram um processo inovador para a realização dos serviços, semelhante a uma linha de montagem, além da preocupação com atendimento encantador e rígidos padrões de qualidade. O negócio funcionava em uma salinha de 30m²; não demorou muito para as filas começarem a se formar e a equipe trabalhar até de madrugada para tentar atender toda a demanda. A expansão foi inevitável. As chances de dar errado eram grandes, mas nas palavras da presidente e co-fundadora, Leila Velez, “a gente acreditava muito em um sonho e era tudo que a gente tinha. ”

Entre outros prêmios recebidos pelos sócios do Beleza Natural, destacam-se: Empreendedor do Novo Brasil (2005); Empreendedor do ano Ernst & Young (2006); Mulheres Mais Influentes do Brasil (2007); Mulher Empreendedora de Alto Impacto do Ano Veuve Clicquot (2011), Prêmio Claudia – categoria Negócios (2012).

Fonte da imagem: https://www.belezanatural.com.br/arquivos/bn-quem-somos-001.jpg?v=636283013806400000

Luiza Helena Trajano | Magazine Luiza

Nascida e criada em Franca, interior de São Paulo, filha e sobrinha única, aprendeu a inteligência emocional com a mãe, e o empreendedorismo e o espírito de vendedora com a tia, também Luiza. Somando valores como honestidade, sonho grande, generosidade e aprendizado constante, transformou a loja fundada pelos tios em um dos maiores varejistas do país: o Magazine Luiza.

“Eu sou vendedora. A minha família é vendedora. Eu não tenho vergonha de dizer isso. Comecei a trabalhar no varejo aos 12 anos porque queria comprar presente de Natal para as pessoas que eu gostava. Com o dinheiro das comissões, eu consegui. Todo mundo que trabalha vende algo para alguém. No Magazine Luiza, durante cinco anos, todo mundo tinha o cargo de vendedor no crachá. Isso é motivo de orgulho e não de vergonha” diz.

Ela também lidera o Grupo Mulheres do Brasil, formado em 2012 por 50 mulheres atuantes em diversos segmentos da economia, que se uniram por um objetivo em comum: melhorar o país. Hoje, elas são mais de 4.000 e se encontram todo mês para discutir e propor ações ligadas a educação, empreendedorismo, projetos sociais e cotas para mulheres.

Fonte da imagem: https://pt.wikipedia.org/wiki/Luiza_Helena_Trajano#/media/File:Luiza_Helena_Trajano.jpg

Sônia Hess | Dudalina

Com 11 irmãos homens, Sônia assumiu a presidência da camisaria fundada pelos dois e a transformou na maior exportadora de camisas do país. Perguntada se ser mulher atrapalha, ela responde que não: “o que importa é o espírito empreendedor”.

A história da empresa começou quando em São Paulo para reabastecer o estoque da vendinha, Seu Duda acabou comprando muito mais do que deveria de um tecido. Prejuízo certo em uma época em que as coisas não eram tão acessíveis como hoje, o espírito empreendedor de Dona Lina assumiu o controle. Ela descosturou uma camisa que tinha na venda, entendeu como a peça era feita, contratou duas costureiras (que passaram a trabalhar no quarto dos filhos) e, naquela tarde, fizeram três peças que venderam bem rápido. Da situação, Dona Lina viu uma oportunidade e assim nasceu a Dudalina, em 1957.

Seu Duda e Dona Lina são os pais de Sônia Hess. Ela, empreendedora, ele, poeta. As primeiras lojas de Balneário Camboriú foram deles. Segundo Sônia, as tocadas pela mãe, de quem herdou a sensibilidade para os negócios, eram muito mais bem-sucedidas.

Em 2013, foi eleita pela revista americana Forbes a sexta mulher de negócios mais poderosa do Brasil. Sônia assumiu o comando da empresa em 2003 e foi responsável por um crescimento anual de 30% da marca desde 2009.

Fonte da imagem: http://conselhodemulher.com/wp-content/uploads/2015/08/sonia-Hess.jpg

Janete Vaz e Sandra Costa | Laboratório Sabin

As bioquímicas Janete Vaz e Sandra Costa já eram amigas quando se tornaram sócias para fundarem o Laboratório Sabin. Com muita humildade para aprender, essas duas mulheres empreendedoras começaram buscando credibilidade junto à classe médica e perceberam o quanto precisavam se capacitar. “Nós não sabíamos fazer gestão, éramos duas farmacêuticas”, comenta Janete. Com apoio de profissionais especializados, o Sabin, que começou com três funcionários, alcançou a marca de 2000. Aos novos colaboradores, elas repetem a frase que se tornou um lema desde que, sentadas na calçada, observavam o prédio da empresa que acabavam de criar: “Tire seus sonhos da gaveta”.

Valores herdados da família foram trazidos para o Sabin e fizeram dele um dos melhores lugares para trabalhar no país. Janete conta que, desde criança, observava o pai fazendo negócios no alpendre da casa. Sandra lembra a inspiração empreendedora de sua mãe, costureira que fez da sua profissão um grande negócio e foi seu exemplo de coragem. Honestidade, sinceridade, palavra, trabalho valores agregados a muito trabalho e coragem alavancaram o sucesso destas mulheres.

Fonte da imagem: http://cmnddevip.com.br/wp-content/uploads/2017/03/Sandra-Soares-Costa-e-Janete-Vaz-759×500.jpg

Fonte do artigo: https://endeavor.org.br/desenvolvimento-pessoal/mulheres-empreendedoras/ https://exame.abril.com.br/negocios/dino/mulheres-ja-sao-maioria-no-mundo-do-empreendedorismo/ https://pt.wikipedia.org/wiki/Luiza_Helena_Trajano#/media/File:Luiza_Helena_Trajano.jpg

Relacionados

Deixe seu comentário

© 2021 - Crie Sucesso

  • Facebook
  • Instagram